futuros

vou escrever banalidades, coisa pouca, mas assumido senso comum;

primeiro dia de aulas com as turmas, confirmo aquilo que penso, o grande desafio da escola e dos professores passa por ajudar os alunos a criarem sentidos ao seu futuro, a desenharem projetos de vida, a criar uma qualquer ideia do que querem fazer - ou ser;

talvez não valha a pena pensar a 10 anos, miúdos a iniciar hoje o 7º ano daqui a 10 anos estarão uns quantos a terminar a universidade, outros a meio, outros no mundo do trabalho - tudo pelo melhor, pois claro;

talvez valha a pena começar a perguntar aos miúdos para que notas (avaliação) querem trabalhar, que notas quererão ter no final deste primeiro período, e no final do ano;

talvez valha a pena ajudar quem hoje começa no 7º por perguntar o que querem fazer no 10º, mais não seja para que se comece a pensar, simplesmente isso, a equacionar possibilidades, a identificar pistas, a separar o importante do acessório, a perceber comportamentos, atitudes, rendimento;

talvez valha a pena a escola e os professores começarem a ajudar os miúdos a descobrirem-se, é certo que nunca é tarde demais, mas para muitos pode ser...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

militância

Fomos ao teatro

Projeto educativo