conhecer e estranhar

tenho de reconhecer que os primeiros tempos no meu novo poiso me tem provocado um sentimento de... receio;

receio por vir de um concelho que caminha para a falência técnica por via do número e da percentagem de alunos com necessidades educativas especiais - acima dos 10% - a média nacional situa-se entre os 2% e os 3%;

receio por me sentir num concelho onde as turmas, pelo menos as de 7º ano, são marcadas pela repetência sucessiva, repetida, onde a média etária dos grupos turmas está, por via dessas retenções, acima dos 13 anos, quando devia estar nos 12 - numa turma que tenho estão três alunos que já repetiram 3 vezes, 5 que repetiram duas e 8 que repetiram pelo menos uma vez; é obra;

não procuro culpado nem responsáveis, mas eles terão de existir;

para onde vai a escola?

Que futuro a esta região?

(imagem retirada daqui)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

militância

sobre a flexibilidade

balanço