das ideias

ainda ontem falei sobre as estatísticas e as retenções a partir de notícia então publicada;

por comentários ao vivo e a cores e outros off line me dão conta das ideias que perduram, dos modelos que ainda vigoram, do papel do aluno e da escola que persiste;

há quem me diga que o chumbo faz bem ao aluno;
quem defenda que se deve ser exigente e rigoroso na escola;
quem, como outros, advogue mais testes, mais exames, mais momentos de avaliação;

com tudo aceno com a cabeça e digo que sim senhor;

mas pergunto, é processo que deve ser deixado à lei do desenrasca individual (do aluno e da família) ou que se deve pensar qual o papel da escola nesse processo? por escola entendam-se as políticas educativas;

será que o estudo deve ser iniciativa do aluno, individual e particular, ou a escola e as políticas educativas devem definir estratégias de apoio?

esta é a questão

Comentários

Mensagens populares deste blogue

o envolvimento do aluno

militância

Fomos ao teatro