da sala de aula, dúvidas e orientações

tenho pensado, para os meus botões e para esta escrita que me corre, o que fazer perante a dinâmica de sala de aula;
são, direi, inquietações de mim mesmo; não quero voltar atrás em processos que considero com resultados, pelo menos de empenho, implicação e envolvimento do aluno; talvez careça de melhores resultados ou, pelo menos, da sua verificação;
mas preciso de acelerar (? ou será garantir, assegurar?) processos de envolvimento como de trabalhar com uma outra eficiência;
fiz o resumo da semana e desse balanço destaco:
coisas boas: empenho, envolvimento, motivação, gosto, disponibilidade, vontade;
coisas más: alguma brincadeira, "desligação" da aula, impedir e atrasar quem quer ir e avançar por parte de quem tem e sente limitações; alguma inércia, falta de autonomia (tudo situações que é possível de justificar, acrescentar algo à frente, não o fiz);
entre uma e outra das situações preciso (e não é de agora):
acentuar processos, prender e vincular o aluno, envolver mais e melhor no trabalho; ser mais diretivo (sem condicionar a aprendizagem das autonomias), orientar mais e de mais perto, no sentido de não desligar do trabalho de sala de aula e da escola nem de impedir o parceiro de ir e trabalhar;  
assim talvez deva esta semana, que é diferente (visita de estudo na 4ª):
fazer ponto de situação dos trabalhos por grupo e no coletivo;
definir ideias e dar orientações sobre procedimentos e produtos
realizar síntese de conteúdos e de procedimentos de história;
fazer ficha de trabalho

Comentários

Mensagens populares deste blogue

o envolvimento do aluno

militância

Fomos ao teatro