democracia

já aqui abordei a questão do isolamento docente (ou profissional, por que a docência não tem exclusivos), como abordei a escola que existe que é aquela que nós fizemos e construímos todos os dias;

a questão hoje entre isolamento e a escola que temos é perguntar por onde fica e por onde anda a democracia na escola?

entendo por democracia a existência de espaços de debate e de circulação de ideias, onde, em face das diferenças e das divergências, o voto da maioria se expressa como vontade democrata;

e aqueles sítios onde não existem espaços de participação?

é que há sítios onde, para felicidade da maioria (?), não existem reuniões, encontros, espaços de exercício da democracia profissional;

a democracia fica-se pela vontade de uns quantos?

aplaudimos o tempo disponível sabendo que damos de barato a nossa participação cívica, profissional e social?

será que depois nos queixamos? a quem? será que culpamos os políticos da 5 de outubro? porquê?

o local esvai-se na sua própria indiferença...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

militância

sobre a flexibilidade

balanço