ruído

é mesmo de barulho que falo;

nem dou conta, mas, em sala de aula, começo a levantar a voz devagarinho e não acabo a gritar (como diria uma colega) mas a falar bem mais alto que no início da aula;

a minha voz (para não dizer a voz dos professores) procura sobrepor-se ao ruído da sala, às vozes que pululam um pouco por toda a sala de aula;

hoje, enquanto os miúdos organizavam e preparavam apresentações, fez-se silêncio e houve um tempo/momento em que o silêncio foi rei e senhor da sala de aula;

os alunos gostaram e eu percebi que, tal como o ano passado e há dois anos, tenho de voltar a implementar estratégias antí ruído;

tarefas de silêncio, contar o tempo em que se está em silêncio, gravar e mostrar o som de uma aula, irmos aos corredores, em silêncio, ouvir as outras aulas;

leva tempo, mas dá resultado

Comentários

Mensagens populares deste blogue

militância

sobre a flexibilidade

balanço