coisas da província

eu não sei se são coisas da província se da idade;

quero ser simples, mas tenho consciência que, de quando em  quando, complico;

aproveito uma referência do presidente da câmara do Porto ao qual retiro o lisboeta e esclareço o que é província - ser provinciano não implica ser-se parolo, estes existem um pouco por todo o lado, mas compreendo o adizer;

e digo que há por aí uma certa intelectualidade (social ou cultural, pessoal ou política, pelo menos nas suas pretensões e arremedos) que é claramente provinciana;

mais, direi mesmo patega, grunha à qual falta mundo, tolerância, respeito

Comentários

Mensagens populares deste blogue

o envolvimento do aluno

militância

Fomos ao teatro