surpresa ou talvez não

uma das coisas que me surpreende no quotidiano escolar e educativo é a aparente contradição entre as dimensões emocionais (que desde sempre marcaram as profissões relacionais) e os indicadores de eficácia (das ondas liberais que avassalam os tempos);

na escola não consigo perceber por que linhas nos cozemos, se pela emoção se pela razão

se pelo indicador de sucesso

se pela relação de sala de aula

mas cá tento perceber o que não percebo

Comentários

Mensagens populares deste blogue

o envolvimento do aluno

militância

Fomos ao teatro