escrita

quando me sinto mais cansado, como é o caso, fico com toda a vontade de parar esta escrita;

afinal tenho sido um saltitão, de sítio em sítio, quase que parece que quero evitar que me sigam, evitar promover qualquer forma de fidelização;

quando mais cansado, acabo por escrever e guardar na gaveta (agora digital), escrever apenas para os meus botões - e aí posso dar largas à imaginação, largar ao vento a escrita e dizer o que sinto;

depois retomo, continuo a escrever, a dizer de minha justiça e a pensar, será que isto interessa a alguém? será que há muitos ou poucos passantes? que opiniões transmitirei eu? que ideias terão de mim?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

militância

sobre a flexibilidade

balanço