dúvidas

e incertezas, fruto de um espírito sempre inquieto, irrequieto e algo insatisfeito - eu mesmo, pois claro;

ontem numa turma da qual todos os docentes apontam como elementos fulcrais o desinteresse, o alheamento, a indiferença, o deixa andar, a absoluta falta de resiliência, o mfacto de ninguém gostar de coisa nenhuma

(não um, mas todos os alunos, o que dá para estranhar),

optei por organizar a aula em diferentes blocos, 3 momentos distintos, com pausas e tudo e diferenciar, entre eles, objetivos, tarefas e produtos;

não correu mal; dos habituais, 30 a 40 minutos de rendimento penso ter chegado aos 60, talvez 70 minutos de assumido trabalho - a partir daí :(

deu para pensar numa das modernices que por aí circula, por alguns designada de gamização da sala de aula, (ou este, de onde retirei a imagem) isto é, tornar a sala de aula algo parecido com um jogo, seja ele virtual/digital, seja ele real, físico;

não sou, em área nenhuma, purista de coisa nenhuma, para dar conta que irei, de acordo com as minhas possibilidades e capacidades procurar criar e adaptar lógicas de jogo a algumas das turmas - mais não seja para ver o que dá;

requererá algum trabalho, de pesquisa, organização de materiais e recursos, mas irei ver...

sinto-me sempre algo insatisfeito se não vejo o olhinho do menino brilhar de curiosidade...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

o envolvimento do aluno

militância

Fomos ao teatro