tu cá - tu lá

habitualmente um dos pontos de encontros dos profes, entre aulas, era a dita sala de profes;

a sala e profes é, na generalidade das situações, um espaço mais ou menos amplo onde entre dois dedos de conversa e alguma cusquice, se colocavam as conversas em dia, se fazia o ponto de situação a um caso ou outro, a uma turma ou outra, se organizam ideias, ações ou simplesmente se planificavam tarefas, se acertavam, ao fim e ao cabo, agulhas do quotidiano docente;

aquando da intervenção e recuperação de muitas escolas pela ParqEscolar as salas de profes ganharam dimensão, estatuto e diversificaram-se de modo a que haja separação de espaços e de conversa;

não sabiam era os senhores arquitetos que um dos pontos de encontro, um dos locais onde se passaria a fazer a articulação de procedimentos docentes, a acertar ideias e a saber coisas deste aluno ou daquela turma seria feita onde????

pois é, no meio da rua, entre deslocação de uma para outra escola, entre a de baixo e a de cima, entre villa bajo e villa riba (como disse uma colega o ano letivo passado);

o ano passado era quase de fugida encostados ao muro das escolas e, mais tarde, a meio das escadas entre dois dedos de conversa ou enquanto o portão abria,

este ano é mesmo no meio de uma azinhaga que já teve lama e que oberigava a volta mais larga e que garantidamente irá ter pó; que tem contentores urbanos e por onde encontramos colegas, alunos, pais/encarregados de educação;

é giro, é interessante, obriga o pessoal a ser mais sintético, a perder menos tempo na cusquice, apesar da sua assumida importância, e a dedicá-lo quase que exclusivamente a um caso ou a uma turma ou a um simples bom dia que, na sala de profes e no meio da algazarra de um intervalo, poucos se lembram de retribuir;

valha-nos isso

Comentários

Mensagens populares deste blogue

militância

sobre a flexibilidade

balanço