a lei e a verdade

uma coisa com a aparência de nada ter a ver com a educação e menos ainda com a escola; 

foi ontem publicada a lei 71/2015 que determina «o regime jurídico da emissão e transmissão entre Portugal e os outros Estados membros da União Europeia de decisões que apliquem medidas de proteção, (...)».

nem me alongo muito, repesco um comentário de uma amiga do facebook

(...): lá estão os crimes sexuais, a violência doméstica, o tráfico de seres humanos, a corrupção. 
Houve tempos em estes crimes eram invisíveis e condição do sistema que considerava as mulheres como "propriedade" dos maridos. E, a corrupção era, também ela, vista como uma condição do poder e da sua manutenção.

se as práticas, o dito "habitus", define a lei, é também certo que diferentes circunstâncias, entre interesses, objetivos e preocupações, influenciam a forma como nos relacionamos e encaramos os problemas do quotidiano; 

coisa que ontem não era problema, nem sequer equacionado enquanto tal, hoje, por força de vicissitudes várias, ganha estatuto de lei e contornos de regra;

na escola acontece exatamente a mesma coisa - entre o que era "normal" e "natural" ainda há poucos anos e o que se passou a assumir como uma construção social assente na relação entre pessoas; marcada, por muito que muitos não queiram ver nem entender, por interesses, valores, ideias, objetivos e coisas que tal; 

é este o mundo em que vivemos e, como já aqui disse algures, que o mundo muda disso não restam dúvidas absolutamente nenhumas, resta apenas saber se queremos assistir ou participar na mudança; 



Comentários

Anónimo disse…
Boa tarde Manuel.

Gostava de falar consigo, tem algum email que me possa facultar?

Saudações

Alexandre Henriques (ComRegras)

Mensagens populares deste blogue

os próximos

de regresso

perguntas