da educação e das promesas

estão apresentadas as propostas eleitorais que irão sustentar as medidas de política do próximo governo;

já aqui tratei as do ps destaco agora apenas uma síntese das que ontem foram apresentadas pela coligação; lá mais para a frente tentarei fazer o meu cruzamento de leitura;

a partir das notícias destaco, no programa apresentado, duas ideias que considero centrais e diferenciadoras (pelo menos ao ps):

«a alargar os contratos de desenvolvimento e os contratos simples» isto é, instituir, por via do serviço público de educação, (mais) elementos de concorrencialidade entre escolas - mais, por que já há aquela que decorre da escolha dos pais, da diversidade de "projetos educativos";

segunda ideia que cai bem passa pelo sempre caloroso refrão referente ao «reforço da autonomia das escolas, designadamente na definição dos planos de redução do insucesso e abandonos escolares, na constituição de turmas, na gestão do currículo, em disciplinas adicionais, nos processos de ensino, na gestão e organização escolar e na contratação de docentes para necessidades transitórias» coisa interessante não possa ela significar cortes, redução de custos, aumento de concorrencialidade interna,

poder-se-á partir do pressuposto que são todos iguais; eu direi que há uns mais iguais que outros,

mais, digo até que entre uns e outros se sentem as diferenças - oh se sentem...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

de regresso

em pausa pedagógica

mudar