des notícias

notícias que não deviam ser notícia, a partir do público de hoje um apontamento que dá conta de como vamos; 

começa-se por afirmar que as contratações pelas escolas para as AEC são postas em causa pela provedoria da república; certamente que quem conhece a coisa concordará; mas...

pois é, pelo menos pela região alentejo (do mal o menos, pelo menos) a maior parte dos promotores não são nem escolas nem agrupamentos, são municíipios, na sua maioria ou associações disto ou daquilo; 

tanto que o corpo da notícia dá conta das entidades promotoras e não escolas,

questões de semântica? talvez nem tanto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

em pausa pedagógica

de regresso

uma questão de poder