coisas de nada

uma pessoa escreve e divaga, disserta e opina e a escrita passa, o mais das vezes, por entre alguma indiferença e um qualquer sentimento contido;

depois, por uma escrita simples, há quem registe, comente, acrescente e opine; destas eu gosto mais, sinto-me mais acompanhado;

ontem em texto publicado no ComRegras sobre alguma coisa de positivo, gostei de ver e ler os comentários; gostei, essencialmente, das coisas positivas que ali se encontraram;


Comentários

Mensagens populares deste blogue

de regresso

em pausa pedagógica

mudar