estranho

hoje, agora, escrevo em termos de assumida divagação, algo que me percorre o pensamento e da qual dou conta em nota individual;

tenho de reconhecer e assumir que sinto alguma estranheza quando as pessoas (colegas, conhecidos e amigos) me dão os parabéns por ter ficado mais perto de casa em termos profissionais;

é estranho, é como se algo me tivesse calhado em sorte, como se misturassemos tudo no mesmo saco o aniversário, um prémio, a alteração da morada profissional;

Comentários

Mensagens populares deste blogue

de regresso

em pausa pedagógica

mudar